Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Tu e a chuva

por marilynrosecollins, em 09.01.15

Recordações. Tantas e tantas.

Noites em que a chuva nos batia nas janelas e a saudade dos batia nos peitos. A vontade apoderava-se dos nossos corpos e nem mesmo uma tempestade nos fazia desistir da necessidade de nos encontrarmos.

Encharcava-me pelas ruas apertadas só por um abraço quente vindo do teu calor corporal. O som da chuva forte era completamente superado pelo som dos nossos beijos. E ficávamos ali, em silêncio, abraçados a ouvir aquele som tranquilizante. Um sorriso surgia nos meus lábios. Era duas terapias numa só. Tu e a chuva. A chuva e tu. O amor e a chuva.

Mas as tempestades não duram para sempre. Chegam, arrasam com tudo o que apanham pela frente, mas acalmam. Assim foi o nosso amor. Chegou, arrasou com o meu coração e acalmou. Passou. Nós passamos. Nós fomos uma tempestade.

Amo a chuva.

Amo-te a ti.

Queria que a chuva deste inverno te trouxesse com ela.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.